6 lições imperdíveis do filme Fome de Poder

Você sabe como o McDonald’s se tornou um império do fast food mundial? Pois bem, o filme Fome de Poder, lançado no Brasil em março deste ano e estrelado por Michael Keaton, conta os detalhes de como Ray Kroc, um vendedor de Illinois, conseguiu impulsionar os negócios de rede de franquias de uma hamburgueria do Sul da Califórnia, criada por Mac e Dick McDonald.

Neste artigo, separei seis passagens importantes do filme que nos ajudam a refletir sobre as características para se criar e desenvolver equipes, líderes, empreendedores e profissionais de alta performance. Acompanhe!

LIÇÃO 1: Dinâmica comercial

Quando soube do pedido de seis máquinas para um único cliente, Ray Kroc saiu de um lado dos EUA ao outro para saber mais deste cliente que fazia mais 30 milkshakes ao mesmo tempo. E quis aprender tudo desta operação.

Lição desta passagem? É fundamental suas equipes se esforçarem na venda, conhecendo melhor quem é o seu cliente!

LIÇÃO 2: Inovação

O sistema de atendimento chamado Speedee foi um dos detalhes que abriu os olhos de Kroc para o potencial do negócio. Esse sistema era baseado em um modelo de serviço extremamente rápido, padrão nos fast-food atuais, mas uma tremenda inovação na década de 40. Enquanto os McDonald’s utilizavam o Speedee em apenas dois restaurantes, Ray Kroc decidiu implementá-lo na rede de franquias, mesmo os irmãos tendo dito que já tinham tentado franquias e não havia dado certo, ele insistiu e fez.

Lição desta passagem? Se você tem uma ideia inovadora, aproveite-a ao máximo. E não desista da primeira vez!

LIÇÃO 3: Nem tudo se faz sozinho

Ray Kroc enfrentou uma série de problemas ao longo da sua jornada. Mesmo assim, não hesitou em pedir ajuda para amigos, colaboradores e sua esposa. Com isso, Kroc teve a oportunidade de aperfeiçoar o modelo de negócios e alcançar o sucesso, pois soube ouvir conselhos importantes que cruzaram o seu caminho. Para manter um bom nível de entrega e padrão nos restaurantes, teve que buscar as pessoas com perfil certo.

Lição desta passagem? Aproxime-se de pessoas capacitadas e peça ajuda.

LIÇÃO 4: Prepare-se para encarar muitos sacrifícios

Para que o negócio das franquias McDonald’s pudesse dar certo, Ray Kroc e os irmãos McDonald tiveram que fazer diversos sacrifícios em suas vidas pessoais e profissionais. Na vida de Kroc, por exemplo, registra-se a hipoteca de uma casa, um divórcio e uma coleção de inimigos!

Lição desta passagem? Empreender não significa perder todas essas coisas, mas com certeza sair da sua zona de conforto.

LIÇÃO 5:  Valorize a persistência

Você vai se surpreender com a persistência de Ray Kroc! E, provavelmente, não vai concordar com muitas das suas atitudes que são expostas durante o filme, mas é de se destacar a sua persistência na busca pelo sucesso. Por diversas vezes ele tentou empreender. Ao conhecer o empreendimento de Dick e Mac McDonald enxergou a chance de alcançar a glória, mesmo com mais de 50 anos.

Lição desta passagem? Não desista, insista. Nunca é tarde para se começar.

LIÇÃO 6: Você precisa ser corajoso

Não faltaram oportunidades para que os irmãos McDonald expandissem o seu negócio. O que o filme deixa claro é a falta de coragem para seguir em frente sozinhos com o empreendimento. Assim, como na passagem do pó de milkshake, coube a Ray Kroc atentar para um problema que incomodava muito aos franqueados e buscar uma solução fora do padrão, mas que reduzia espaço de estoque e energia elétrica.

Lição desta passagem? Não deixe nunca de acreditar em seus projetos e procure pensar sempre fora da caixa!

Dica final: quem ainda não assistiu o filme, ele já está disponível no Netflix. Aproveite e reserve sua pipoca!

Tessa Grybowski

Por Tessa Grybowski
Sócia-diretora da AGVL Consultoria (Agregando Valor ao seu Negócio)