People Analytics: tudo que você precisa saber sobre essa tendência

Diariamente, em todas as empresas, a área de Recursos Humanos enfrenta o desafio de gerar resultados e atuar de forma estratégica. Felizmente, o avanço tecnológico já permite que diversas ferramentas sejam usadas para melhorar o desempenho da área em suas muitas frentes. Porém, poucas dessas ferramentas têm a capacidade de gerar uma revolução na gestão de pessoas como o conceito de People Analytics.

Esse conceito baseia-se na tecnologia de Big Data para gerar informações que têm a capacidade de influenciar radicalmente na gestão de pessoas e na melhoria da produtividade. Tudo isso por meio de um aprofundado conhecimento de cada colaborador ou candidato.

Quer saber mais? Então continue lendo e entenda melhor o que é e como funciona esse conceito.

O que é People Analytics?

De forma objetiva, People Analytics é um processo por meio do qual se torna possível coletar, organizar e analisar dados e informações sobre o comportamento dos colaboradores. A finalidade disso é identificar tendências e compreender aspectos distintos de grupos ou indivíduos de modo a tomar decisões consistentes e estratégicas.

A correta aplicação desse conceito permite uma atuação efetiva no clima da organização, na gestão de pessoas, na felicidade interna, na criatividade e na inovação dos times, no desenvolvimento de lideranças e em mais uma série de fatores.

Como funciona na prática?

Com um software focado em People Analytics, é realizada a coleta de dados de múltiplas fontes. Podem ser redes sociais, interações eletrônicas como e-mail, sistemas de gerenciamento de projetos, app de mensagens, relatórios de marketing e vendas, pesquisas internas, histórico de navegação e mais uma vasta gama de fontes.

Essa grande quantidade de dados forma a base para se identificar o foco de problemas, pontos de melhorias, tendências de comportamento, causas de baixa produtividade ou desmotivação, desempenho real individualizado, baixa retenção de talentos, falta de engajamento, entre outros.

Assim, o que o People Analytics faz é reunir uma massa gigantesca de dados, cruzar e analisar suas milhares ou milhões de variáveis e apresentar resultados de acordo com as necessidades de cada negócio. Com isso, é possível traçar estratégias para atacar pontos críticos e melhorar o desempenho em diversas frentes. É um recurso cujas oportunidades de aplicação são imensas.

Dicas para implementar o conceito de People Analytics

A implantação de ferramentas para People Analytics envolve a participação de diversas áreas e pessoas na empresa. Veja algumas dicas para não ter problemas na hora de adotar essa prática.

Escolha a ferramenta certa para o seu negócio

Entenda primeiro suas necessidades imediatas e escolha um modelo de ferramenta que seja adequado ao seu negócio. Pesquise bem e busque entender o funcionamento completo antes de decidir.

Comunique a implantação de forma clara e transparente

O desconhecimento sobre ferramentas analíticas pode gerar desconfiança e resistência, dificultando sua implementação. A melhor forma de evitar isso é fazendo uma comunicação clara, amigável e transparente, reforçando os benefícios que a novidade poderá trazer para todos.

Envolva as pessoas

O sucesso da ferramenta depende do envolvimento de todos. Certifique-se de que todo o time de RH está engajado na implantação, busque engajar outras áreas, promova os benefícios e tire todas as dúvidas que surgirem.

O grande conceito por trás dos princípios do People Analytics é bem simples: as pessoas são o bem mais valioso de uma empresa e a forma de geri-las impacta diretamente nos resultados. Assim, quando mais as conhecemos, melhor podemos atuar junto a elas, desenvolvê-las e engajá-las.

E você, o que achou dessa ferramenta? Considera importante sua aplicação? Deixe um comentário e compartilhe sua visão com a gente.